Efeito da condutividade na medição do pH da água potável

Escrito em Postado em Análises de água Aplicações, Deixe um comentário.

O pH da água potável é uma medição vital. Se o pH é ácido, a água provocará corrosão no sistema de distribuição e nas tubulações das casas. O pH da água também influencia em outras propriedades como o sabor, odor, clareza e desinfecção.

A maior parte das estações de tratamento de água utilizam como fonte águas superficiais (lagos, rios e córregos) ou água subterrâneas. A água superficial é comumente conhecida por possuir um baixo valor mineral, sendo assim, terá um menor valor de condutividade elétrica e TDS.

As águas subterrâneas que tenham sido filtradas por calcário terão um teor mineral mais elevados que as águas de superfície. Também existem fontes de águas subterrâneas com baixo teor de minerais. A medição de pH em águas com baixo teor de sais é muito difícil. Se a concentração de sais for muito baixa, o valor de condutividade também será. O baixo valor de condutividade representa um desafio, devido ao medidor de pH ser um sistema eletroquímica que parte do fato de que a água possui condutividade elétrica suficiente para a realização de uma medição precisa.

O cliente de uma estação de tratamento de água contatou a Hanna Instruments procurando uma solução para seus problemas de medições de pH. Notaram que a leitura teve um desvio consistente. Após uma nova calibração e verificação de inclinação, verificou-se que o eletrodo estava em boas condições. Quando foi perguntado ao usuário qual era o valor de sua condutividade, este respondeu que o valor era de aproximadamente 35 µS/cm. Este é um baixo valor de condutividade, isto junto de um eletrodo de junção simples de cerâmica representam um problema.

No lugar do eletrodo foi sugerido um eletrodo recarregável de referência dupla HI1153B. Este eletrodo também possui uma junção tripla de cerâmica, o que representa um fluxo de eletrólito mais efetivo entre 40 e 50 μL/h. Este fluxo proporciona uma maior continuidade entre o eletrodo de referência e o eletrodo indicador, tornando-o ideal para a medição de água com baixa concentração iônica. Para otimizar o fluxo do eletrólito, foi recomendado ao usuário que retirasse a tampa da solução eletrolítica durante as medições. Isto facilita a medição, para que haja uma pressão adequada ao eletrólito. Seguindo estas indicações o cliente obteve medições mais rápidas e seu problema de desvios em leituras de pH foram sanados.

Siga-nos